HISTÓRIA

A Trilha do Ouro da Bocaina tem uma história conturbada.Por muito tempo foi uma rota clandestina,usada apenas por contrabandistas que se dispunham a enfrentar a fúria dos índios Guaianases para fugir dos impostos da Coroa Portuguesa,isso para escoar o ouro das minas gerais (Ouro Preto) até Mambucaba no litoral carioca.

No começo da corrida do ouro,o caminho oficial que ligava a capital do Império,Rio de Janeiro,às regiões de garimpo subia a Serra do Mar por Guaratinguetá.O caminho pela Serra da Bocaina,embora mais curto,era mais difícil por causa do declive acentuado da montanha.Aberta pelos índios há séculos,essa foi a rota do contrabando de ouro até o dia em que a Coroa Portuguesa,cansada de ser passada para trás,resolveu oficializá-la de uma vez,calçando-a e criando postos de alfândega pelo trajeto.Mas a essa altura,no começo do século XIX,o Ciclo do Ouro já chegava ao seu final,e a trilha pela Serra da Bocaina já começava a escoar o café introduzido no Vale do Paraíba.

Hoje,terminado também o Ciclo do Café,a trilha escoa através dos seus 90 Km,aventureiros em busca do ecoturismo pelas lindas paisagens da Mata Atlântica.

(trecho adaptado da revista Os Caminhos da Terra,Ano 7,Nº 11)

A TRILHA

Levamos você a percorrer esses mesmos caminhos,por onde passaram índios e colonizadores.

Alguns trechos o calçamento está intacto.Perfeita para quem gosta de turismo ecológico, nesta trilha estão as mais belas cachoeiras da Serra da Bocaina :Cachoeira Santo Izidro,Cachoeira das Posses,Cachoeira dos Veados,entre outras.

A trilha do Ouro é indicado para pessoas com experiência em trekking,devido ao seu grau de dificuldade e distância.

São 90 Km no total,iniciando em São José do Barreiro (SP) e terminando em Mambucaba,Angra dos Reis (RJ).A maior parte da trilha é feita dentro do Parque Nacional da Serra da Bocaina.